INTERESSADO EM SABER MAIS ?

Clique na figura abaixo e veja onde se localizam, quando se reúnem e quem dirige nossas células
Mapa das Células

O que é uma Célula?
A Bíblia compara a Igreja de Cristo ao corpo humano, mostrando que diversos membros compõem um mesmo corpo. A célula é a base de todo o organismo, e a somatória delas é que compõe o corpo. Assim também é com a igreja: a célula é o que chamamos de comunidade cristã de base, um grupo de pessoas que se reúne semanalmente para comunhão, adoração, edificação e evangelização. Mas como o que compõe o corpo é a somatória de todas as células, reunimos todas as células semanalmente para uma celebração conjunta no templo. As Escrituras ordenam desenvolver relacionamentos de edificação mútua. Congregar não se resume apenas em louvor e pregação, mas também oração e ministração uns aos outros (Hb.10:24,25). Cada membro do corpo de Cristo é um sacerdote e deve servir a seus irmãos no Senhor; e a célula é o lugar onde melhor este princípio pode ser praticado.
 
 
Cada casa uma igreja
Jesus utilizou as casas em grande parte de seu ministério, deixando um exemplo que foi seguido pelos apóstolos, e que entendemos deve ser seguido também pela igreja de hoje. Relacionamos abaixo alguns exemplos bíblicos do uso das casas por Jesus:

. Mt.8:14 - Jesus ministrando na casa de Pedro;
. Mt.9:23 - Jesus ressuscitando a filha do chefe da sinagoga;
. Mt.9:28 - a cura de dois cegos na casa de Jesus;
. Mt.10:5-14 - começando por uma casa para alcançar a cidade;
. Mt.26:18 - a celebração da ceia foi numa casa;
. Mc.2:1 - Jesus ensinando e curando enfermos em sua casa;
. Mc.2:14,15 - Jesus tocando pecadores na casa de Levi;
. Mc.5:19 - o gadareno foi enviado a testemunhar em sua casa;
. Lc.7:36 - Jesus na casa de um fariseu;
. Lc.10:38 - Jesus ensinando na casa de Marta e Maria;
. Jo.1:39 - Jesus levando André e outro discípulo à sua casa;
. Jo.12:3 - Jesus na casa de Lázaro;

A Igreja primitiva reunia-se em dois lugares distintos; no templo e também nas casas.
Observe:

"Diariamente perseveravam unânimes no templo, partiam o pão de casa em casa, e tomavam as suas refeições com alegria e singeleza de coração"
Atos 2:46.

"E todos os dias, no templo e de casa em casa, não cessavam de ensinar, e de pregar Jesus, o Cristo"
Atos 5:42.

Exemplos do uso das casas pelos apóstolos:

. At.1:13 - os apóstolos perseveravam juntos em oração;
. At.2:2 - o Pentecostes se deu numa casa;
. At.2:46 - celebrando a ceia de casa em casa;
. At.5:42 - ensinando e pregando nas casas;
. At.8:3 - perseguindo a Igreja, Saulo ia às casas;
. At.9:11 - Ananias ministrou a Saulo numa casa;
. At.9:43 - Pedro em Jope, na casa de Simão curtidor;
. At.10;24-48 - Pedro na casa de Cornélio;
. At.12:12 - a igreja reunida em oração na casa de Marcos;
. At.16:34 - Paulo e Silas na casa do carcereiro;
. At.16:40 - Paulo e Silas na casa de Lídia;
. At.20:20 - Paulo em Éfeso: ministrando nas casas;
. At.28:30 - Paulo ministrando por dois anos na sua casa;
. Rm.16:5 - Igreja na casa de Áquila e Prisca em Roma;
. I Co.16:19 - Igreja na casa de Áquila e Prisca em Corinto;
. Cl.4:15 - Igreja na casa de Ninfa;
. Filemom 2 - Igreja na casa de Filemon;

Há diversas razões pelas quais entendemos que as casas devam ser usadas:

1) Informalidade - A informalidade é tremendamente importante para que não haja espaço à religiosidade; é fácil cultivar uma vida cristã de aparência, mas aqueles que crescem num ambiente cristão de informalidade assimilam pelo exemplo a importância da transparência. Num ambiente informal as pessoa estão mais abertas ao mover do Espírito e também à comunhão, praticamente impossível em reuniões maiores.

2) Amizade e Comunhão - Quando a igreja cresce, as pessoas correm o risco de se tornarem números e não mais receberem atenção, passando a sentir solidão no meio da multidão. As células, contudo, proporcionam um ambiente de intimidade onde a amizade é desenvolvida. Ninguém vive sozinho a vida cristã; criar vínculos é imprescindível para quem quer uma fé sadia.

3) Evangelismo - Muitas pessoas jamais entrarão numa igreja evangélica por puro preconceito ou bloqueios que se formaram pela generalização da mídia para com os evangélicos. Mas a igreja não foi chamada para ser sal e luz dentro do templo, e sim lá fora onde os pecadores estão. Portanto, as casas não somente são um meio de impedir que a igreja perca o contato com os perdidos, como também é uma poderosa estratégia de evangelismo. As estatísticas indicam que a grande maioria das pessoas se converte mediante contato com amigos ou familiares.

4) Crescimento ilimitado - Em todo o mundo, as igrejas em células transcendem o limite físico que seus templos comportam, pois não estão limitadas às acomodações de um prédio, mas espalhadas pelas casas; além de que são móveis e facilmente adaptáveis.

5) Oportunidade ministerial - No templo, poucas pessoas chegam a ter oportunidade de exercer seu ministério, pois eles se restringem em pregação, louvor, ensino infantil e recepção. Porém, nas células cada membro pode exercitar seus dons e ministérios, pois a ênfase é justamente esta: ministrar uns aos outros, levando todos a servirem ao Senhor. Sem este tipo de reunião será impossível cada um funcionar em seu lugar (dom) no corpo de Cristo.

6) Pastoreamento - As células que se reúnem nas casas também são um meio de acomodação e pastoreamento do rebanho. Cada líder cuida bem de sua célula pois o número de pessoas é pequeno; por sua vez os líderes também recebem cuidado pastoral de seus supervisores, que também recebem acompanhamento de seus pastores, numa verdadeira cadeia hierarquíca que alivia os líderes de sobrecarga.

Entendemos, porém, que o que faz da casa uma igreja, não é apenas o seu uso para as reuniões de célula, mas também o seu cotidiano.

Desafiamos cada um a cultivar em seu lar um ambiente de oração e louvor, a usar sua casa para ministrar e socorrer aos necessitados, e através de um bom testemunho cristão tornar-se um instrumento de Deus para a evangelização de seus amigos, familiares e vizinhos.

 

PIB - Primeira Igreja Batista
Ponta Porã - Ms